Consultoria Para Gestão Do Learning Passport Na Região Autónoma De Príncipe - 365 Dias

UNICEF

Consultoria para Gestão do Learning Passport na Região Autónoma de Príncipe 

A UNICEF trabalha em alguns dos lugares mais difíceis do mundo, para alcançar as crianças mais desfavorecidas do mundo. Para salvar as suas vidas. Para defender os seus direitos. Para as ajudar a realizar o seu potencial.

Em 190 países e territórios, trabalhamos para cada criança, em todo o lado, todos os dias, para construir um mundo melhor para todos.

E nós nunca desistimos.

Para saber mais sobre a UNICEF, visite www.unicef.org

Para cada criança, um campeão

A UNICEF São Tomé e Príncipe procura contratar um(a) consultor(a) individual para fornecer suporte técnico e gerenciar a implementação do Learning Passport 

Como pode fazer a diferença?

O Learning Passport - https://www.learningpassport.org/ Plataforma de Educação Digital Apoiada pelo UNICEF - é uma parceria ambiciosa entre o UNICEF, Cambridge e Microsoft. Tem como objetivo melhorar a educação de milhões de crianças vulneráveis ​​em todo o mundo que enfrentam barreiras ao aprendizado devido à pobreza, discriminação, conflitos e desastres como a COVID-19.

A plataforma para São Tomé e Príncipe oferecerá um currículo digitalizado com livros escolares e conteúdo interativo, em línguas nacionais. A elaboração e curadoria dos conteúdos será realizada em conjunto com o Ministério da Educação (MEC) para atender as necessidades específicas dos alunos e educadores. Os objetivos para a implantação do Learning Passport são os seguintes:

  • Proporcionar aos alunos acesso a recursos de aprendizagem de qualidade, tanto em contextos formais quanto não-formais
  • Apoiar os alunos por meio de caminhos alternativos de aprendizagem
  • Ajudar os alunos e professores a desenvolverem suas habilidades digitais
  • Aumentar a capacidade das instituições nacionais/locais para apoiar iniciativas de aprendizagem digital

Para os alunos, isso significa acesso contínuo aos currículos formais e a conteúdos complementares. Para os professores, acesso contínuo a oportunidades de treinamento e a novas metodologias de ensino.

Abordagem Tecnica :

Sob a supervisão da Especialista em Educação, e em estreita colaboração com Consultora de Aprendizagem Digital, o/a consultor(a) individual visará:

  • Apoiar a São Tomé e Príncipe no desenvolvimento do Learning Passport como plataforma de aprendizagem nacional
  • Gerenciar, coordenar e apoiar todas as atividades de implementação do programa relacionadas ao Learning Passport, com uma ênfase particular na produção e curadoria de conteúdo;
  • Supervisionar e participar de todas as atividades de gestão do conhecimento, monitoramento e relatórios relacionadas ao Learning Passport; e,
  • Fornecer orientação técnica para São Tomé e Príncipe sobre estratégias e questões relacionadas ao Learning Passport e outras iniciativas de educação e tecnologia.

Esta será uma consultoria em tempo integral na ilha de São Tomé. A duração será de 12 meses a partir de 10 de Junho de 2022 a 09 de Junho de 2023 (período integral).

Metodologia

Após a contratação, o consultor receberá orientação e formação sobre a plataforma do Passaporte de Aprendizagem e desenvolverá um plano de trabalho, incluindo um cronograma de acordo com os termos de referência. O consultor irá também preparar os seus planos de trabalho mensais numa base regular, também com base em quaisquer alterações aos planos globais do programa.

 O consultor fornecerá um relatório mensal das actividades realizadas e dos resultados alcançados, de acordo com as principais tarefas e os produtos e resultados descritos acima. Cada relatório mensal deverá apresentar os itens descritos abaixo. 

Actividades e Responsabilidades:

A tabela a seguir apresenta-se as principais funções, deveres e responsabilidades da função:

    1. Coordenar e supervisionar a rápida implantação da Plataforma do Learning Passport no país, prestando assistência técnica e suporte operacional na localização da tecnologia, curadoria de conteúdo, coordenando vários atores, apoiando a equipe do escritório nacional e assegurando a implantação e o sucesso dos usuários.
    2. Servir como ponto focal e coordenador nacional do LP em São Tomé e Príncipe.
    3. Servir como líder de suporte na solução de problemas e para os usuários e partes interessadas em momentos-chave de engajamento, por exemplo, apoiar a obtenção e upload de conteúdo em colaboração com a equipe de educação e agências governamentais, criando categorias, cursos e aulas, e fornecendo relatórios analíticos dos dados agregados pela plataforma.
    4. Fornecer assistência técnica e operacional para desenvolver conteúdo de aprendizagem digital (por exemplo, curadoria, digitalização, localização, produção), com um foco especial em língua portuguesa e matemática.
    5. Desenvolver a produção de conteúdo digital nas escolas (em parceria com professores e alunos) e realizar o upload dos materiais desenvolvidos.
    6. Contribuir e gerenciar recursos de conhecimento e apoiar o compartilhamento de conhecimento geral, produzindo recursos de gestão do conhecimento, organizando atividades para assegurar o compartilhamento, troca e colaboração, e documentar lições aprendidas, desafios e boas práticas.
    7. Preparar relatórios de monitorização e outros relatórios regulares para o gabinete nacional, gabinete regional e equipas globais; 
    8. Proporcionar sessões de formação e apoiar actividades de formação relacionadas com o LP em São Tome e Príncipe.
    9.  Colaborar com outras secções e partes interessadas para apoiar o desenvolvimento de directrizes de segurança digital e uma estratégia eficaz para promover a utilização de LP entre pais, professores, estudantes e outros membros da comunidade.
    10. Fornecer contribuições para actualizar/partilhar informação sobre a LP nas redes sociais ou blogs da UNICEF. 
    11. Contribuir para tornar a PL acessível a crianças com deficiência e crianças em áreas remotas.
    12. Apoiar a UNICEF São Tomé e Príncipe em outras actividades relacionadas com a Agenda da iniciativa Reimagine de Educação no país.
    13. Documentar as acções realizadas, gerando provas em imagens, vídeos, áudios e textos para a divulgação do Passaporte de Aprendizagem e do Programa de Aprendizagem Digital como um todo. Apoiar o UNICEF São Tomé e Príncipe em outras atividades relacionadas à agenda da iniciativa Reimagine Education no país

Duração

Esta será uma consultoria a tempo inteiro na região Autónoma do Príncipe. A duração será de 12 meses, de 10 de Junho de 2022 a 9 de Junho de 2023 (a tempo inteiro).

Entregáveis e pagamentos:

Os pagamentos serão processados mensalmente após aceitação da entrega correspondente e por factura que fará a referência do contrato e número de entrega. Os pagamentos serão aprovados pelo especialista em educação da UNICEF.

Proposta Técnica e Financeira

O consultor deve apresentar a sua proposta técnica e financeira no momento da candidatura. A proposta técnica deve incluir o plano de trabalho com o respectivo calendário e metodologia de trabalho. 

A proposta financeira é a taxa mensal incluindo, comunicações telefónicas, e transporte local, etc. 

Para se qualificar como campeão para cada criança é necessário:

- É necessário um diploma universitário em educação, tecnologia da informação, estatística, comunicação, design, engenharia, ou outros campos relevantes. Na ausência de um diploma académico específico, pode considerar-se que a experiência relevante de mais de 3 anos cumpre este requisito.

- Um mínimo de dois (2) anos de experiência profissional no domínio das tecnologias da informação, comunicação utilizando recursos digitais, design, educação, aprendizagem digital, tecnologia para o desenvolvimento e/ou desenvolvimento de sistemas de informação

- Estar familiarizado com ferramentas de produção de apresentações e recursos multimédia.

- Estar Familiarizado com as Habilidades de Facilitação de Grupos .

- Excelentes capacidades de comunicação, tanto escrita como oral.

- Capacidade comprovada em coordenação e capacidade de trabalhar sob pressão.

- O conhecimento do planeamento interno da UNICEF e do MEES relata uma vantagem ou conhecimento do funcionamento do Ministério da Educação.

- A experiência na concepção de aprendizagem digital é uma vantagem.

- A experiência na gestão de processos de design orientados para o utilizador no desenvolvimento e suporte de software é uma vantagem.

Proficiência em língua

Fluência em português e inglês é necessária

Para cada Criança, demonstre...

Os valores fundamentais da UNICEF: Cuidado, Respeito, Integridade, Confiança, Responsabilização

Competências principais

  • Demonstra Autoconhecimento e Consciência Ética (2)
  • Trabalha em colaboração com outros (2)
  • Constrói e Mantém Parcerias (2)
  • Inovar e abraçar a mudança (2)
  • Pensa e age estrategicamente (2)
  • Impulso para alcançar resultados de impacto (2)
  • Gere a ambiguidade e a complexidade (2)

Entregaveis/Produto(s):

Os Entregáveis serão apresentados ao Chefe de Secção (HoS) através de um Relatório Mensal (especificando semanas, meses ou dias úteis) com documentos de apoio (links, anexos), de acordo com os pontos abaixo indicados:

Entregavel 1:

- Um resumo do progresso em relação ao plano de trabalho e nota de quaisquer alterações nele contidas;

- Planeamento dos artefactos de aprendizagem digital a serem desenvolvidos.

- Registo dos Professores Executados.  

- Cursos lançados.

- Planeamento para divulgação e envolvimento da Plataforma de Aprendizagem com estudantes e professores.

- Um resumo dos progressos, obstáculos, desafios e acções tomadas em relação ao apoio do Ministério da Educação.

- Informação sobre o fórum activo, Equipas, gestão do conhecimento e actividades de partilha.

- Um resumo da situação mensal sobre o progresso do destacamento.

Entregavel 2:

Um resumo do progresso em relação ao plano de trabalho e nota de quaisquer alterações contidas no mesmo.

- Artefactos de Aprendizagem Digital desenvolvidos e actualizados na plataforma.

- Cursos lançados.

- Acções para divulgar e envolver a Plataforma de Aprendizagem com estudantes e professores.

- Um resumo dos progressos, obstáculos, desafios e acções tomadas em relação ao apoio do Ministério da Educação.

- Informação sobre o fórum activo, Equipas, gestão do conhecimento e actividades de partilha.

- Informação sobre o trabalho desenvolvido de forma integrada com os professores para a produção de artefactos de aprendizagem digital.

- Preparação do programa de formação com professores e alunos de forma integrada com o MEES.

- Evidência da formação realizada com estudantes e professores, incluindo um inquérito para avaliar a satisfação dos participantes.

- Um resumo dos relatórios mensais sobre o progresso do destacamento.

- Análise dos pontos de constrangimento e dos aspectos a melhorar.

Entregavel 3:

- Um resumo do progresso em relação ao plano de trabalho e nota de quaisquer alterações contidas no mesmo.

- Artefactos de Aprendizagem Digital desenvolvidos e actualizados na plataforma.

- Cursos lançados.

- Acções para divulgar e envolver a Plataforma de Aprendizagem com estudantes e professores.

- Um resumo dos progressos, obstáculos, desafios e acções tomadas em relação ao apoio do Ministério da Educação.

- Informação sobre fórum activo, Equipas, gestão do conhecimento e actividades de partilha.

- Informação sobre trabalho desenvolvido de forma integrada com professores para a produção de artefactos de aprendizagem digital.

- Revisão do calendário de formação com professores e alunos de forma integrada com o MEES.

- Evidência da formação realizada com estudantes e professores, incluindo um inquérito para avaliar a satisfação dos participantes.

- Resumo dos estados mensais sobre o progresso da implantação.

- Análise dos pontos de constrangimento e dos aspectos a melhorar.

Entregavel 4:

- Um resumo do progresso em relação ao plano de trabalho e nota de quaisquer alterações contidas no mesmo.

- Artefactos de Aprendizagem Digital desenvolvidos e actualizados na plataforma.

- Cursos lançados.

- Um resumo dos progressos, obstáculos, desafios e acções tomadas em relação ao apoio do Ministério da Educação.

- Informação sobre o fórum activo, Equipas, gestão do conhecimento e actividades de partilha.

- Planeamento de acções para apoiar a aprendizagem de crianças com necessidades especiais dentro da plataforma do Passaporte de Aprendizagem.

- Informação do trabalho desenvolvido de forma integrada com os professores para a produção de artefactos digitais de aprendizagem.

- Revisão do calendário de formação com professores e alunos de forma integrada com o MEES.

- Evidência da formação realizada com estudantes e professores, incluindo um inquérito para avaliar a satisfação dos participantes.

- Resumo sobre a curadoria digital incorporada na plataforma de aprendizagem.

- Um resumo dos estados mensais sobre o progresso da implantação.

- Análise dos pontos de constrangimento e aspectos a melhorar.

Entregavel 5:

- Lista de conteúdos disponíveis na Plataforma de Aprendizagem.

- Consolidação da formação levada a cabo nos primeiros cinco meses.

- Revisão do calendário de formação para o segundo semestre de 2022.

- Consolidação da curadoria levada a cabo nos primeiros cinco meses.

- Acções para o desenvolvimento de artefactos de aprendizagem digitais para estudantes com necessidades especiais.

- Consolidação dos artefactos digitais criados para a plataforma.

- Planeamento de acções para o segundo semestre, verificando a possibilidade de artefactos de aprendizagem integrados noutras áreas (saúde, envolvimento dos jovens, projecto de vida).

- Situação do progresso na implementação.

- Análise dos pontos de constrangimento e aspectos a melhorar.

Entregavel 6, 7, 8....

Ver o nosso quadro de competências em

 http://www.unicef.org/about/employ/files/UNICEF_Competencies.pdf

Este é um posto de Oficial Nacional e apenas os nacionais são elegíveis para se candidatarem.

Para ver o nosso quadro de competências, por favor visite aqui here.

Clique aqui here para saber mais sobre os valores e competências da UNICEF.

A UNICEF está empenhada na diversidade e inclusão na sua força de trabalho, e incentiva todos os candidatos, independentemente do género, nacionalidade, religião e origem étnica, incluindo pessoas com deficiência, a candidatarem-se a fazer parte da organização.

A UNICEF tem uma política de tolerância zero sobre conduta que é incompatível com as metas e objectivos das Nações Unidas e da UNICEF, incluindo exploração e abuso sexual, assédio sexual, abuso de autoridade e discriminação. A UNICEF também adere a princípios rigorosos de protecção da criança. Todos os candidatos seleccionados deverão aderir a estas normas e princípios e, por conseguinte, serão submetidos a rigorosos controlos de referência e de antecedentes. A verificação dos antecedentes incluirá a verificação das credenciais académicas e do historial de emprego. Os candidatos seleccionados poderão ser solicitados a fornecer informações adicionais para a realização de uma verificação dos antecedentes.

Observações:

Apenas os candidatos pré-seleccionados serão contactados e avançarão para a fase seguinte do processo de selecção.